Introdução à Indústria 4.0

Please follow and like us:
Follow by Email
Facebook
Google+
http://gestaodati.com/introducao-a-industria-4-0/
Twitter
LinkedIn

A Indústria 4.0 surgiu com a 4ª Revolução Industrial, um conjunto de tecnologias que têm modificado a indústria e a sociedade. Denominadas como tecnologias habilitadores, desenvolvidas ou em desenvolvimento, são tecnologias capazes de implementar as bases do proposto pela indústria 4.0.

É importante entender que as tecnologias não tem revolucionado apenas a indústria, mas também o dia a dia da sociedade. Como? Integrando informações, impactando diretamente no setor produtivo.

Abaixo as tecnologias:

 

Abaixo uma abordagem sucinta das tecnologias habilitadoras:

Big Data

São os dados gerados por máquinas, equipamentos, sistemas, sensores e os próprios trabalhadores da empresa, com a análise e a interpretação de grandes volumes de dados de grande variedade. Para isso são necessárias soluções específicas para Big Data que permitam a profissionais de TI trabalhar com informações não-estruturadas a uma grande velocidade.

Computação em Nuvem

Alinhado com o Big Data, os dados devem ser armazenados, tratados e protegidos. Para dar conta do grande volume de dados (Big Data) são estipuladas as regras de valor dos dados e a forma de armazenamento. A empresa pode lançar mão da Computação em nuvem para efetuar os cálculos necessários à análise dos dados em estudo, e utilizar sistemas de Segurança digital para o controle de acesso às informações geradas.

Em uma planta industrial, pode ser instalado um painel de controle central, onde monitora todo o processo de produção por meio de um software, o Manufacturing Execution System – MES.

IoT – Internet das coisas

É a responsável pela integração de todos os dispositivos dentro e fora da planta industrial, é o conceito que representa a conexão entre objetos físicos, sistemas, plataformas, máquinas e aplicativos interagindo com ambientes externos e internos, com aplicação industrial ou no seu cotidiano, tornando-se inteligentes por terem suas funções ampliadas por cruzamento de dados.

Máquinas e equipamentos podem ser dotados de sensores, com recursos de conexão de comunicação, que enviam informação (dados) sobre o processo e sobre o seu próprio desempenho para a base de dados.

Robótica Avançada

Desde suas primeiras aplicações na indústria, com a finalidade de proteger o trabalhador de condições insalubres ou atividades inseguras, a Robótica Avançada tem se estendido para as mais variadas operações, como transporte, processos e operações repetitivas, inspeção e testes.

Os robôs são capazes de se conectar à sistemas em um processo de comunicação com outras máquinas, conhecido como M2M (machine to machine). Existem, ainda, robôs que podem trabalhar colaborativamente com os seres humanos (Robótica Colaborativa).

Segurança Digital

As medidas de Segurança Digital aplicadas na indústria visam garantir que o acesso aos sistemas seja permitido apenas àqueles que possuem o direito. Existem acesso aos sistemas, por exemplo, somente após reconhecimento facial.

Manufatura Digital

Na manufatura digital, o processo produtivo é todo modelado tridimensionalmente, ou seja, em desenhos 3D (três dimensões) em softwares de CAD (desenho assistido por computador). Neste modelo, todas as máquinas, equipamentos, dispositivos, robôs, produtos, são desenhadas e o processo então, simulado virtualmente, permitindo a análise e correção de problemas antes da montagem real. Este modelo propicia uma enorme economia de instalação, redução de riscos e melhoria no próprio processo produtivo previsto.

 

Resumindo, revolução ou evolução? O certo é que as tecnologias habilitadoras, a comunicação M2M e IoT na automação do chão de fábrica, proporciona uma análise antecipada da implantação do processo, minimizando os riscos, reduzindo custos e maior rentabilidade.

Please follow and like us:
Follow by Email
Facebook
Google+
http://gestaodati.com/introducao-a-industria-4-0/
Twitter
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *